Conferencistas

ADRIÁN GORELIK

Nasceu em Mercedes (Buenos Aires) em 1957. É arquiteto e doutor em História pela Universidad de Buenos Aires; é pesquisador independente do CONICET e Professor Titular da Universidad Nacional de Quilmes. É membro do conselho diretor da Prismas – Revista de História Intelectual – e foi subdiretor da revista de cultura Punto de Vista. Foi bolsista do Guggenheim (2003), foi nomeado Simón Bolívar Chair na University of Cambridge (2011) e é membro do Wissenschaftskolleg de Berlim (2016). Entre seus principais livros publicados podemos mencionar: La sombra de la vanguardia. Hannes Meyer en México, 1938-1947 (em colaboração com Jorge Francisco Liernur, 1993), La grilla y el parque. Espacio público y cultura urbana en Buenos Aires, 1887- 1936 (1998), Miradas sobre Buenos Aires. Historia cultural y crítica urbana (2004), Das vanguardas a Brasília. Cultura urbana e arquitetura na América Latina (2005), Correspondencias. Arquitectura, ciudad, cultura (2011) e Tafuri en Argentina (em colaboração com F. Aliata, A. Ballent, A. Crispiani, M. Daguerre, J. F. Liernur e G. Silvestri, 2019). Junto com Fernanda Arêas Peixoto organizou o livro coletivo, Ciudades sudamericanas como arenas culturales (2016, com edição em português em 2019).


ÂNGELA MINGAS

Formada em Pedagogia, Arquitetura e Antropologia, Licenciada pela Universidade Técnica de Lisboa (Portugal), desde 1998, estudou em instituições como a Escola Superior de Belas Artes de Lisboa e a Royal Academy of London. É mestre em Arquitetura pela Universidade Lusíada do Porto (Portugal). É fundadora e coordenadora desde 2003 da Escola de Arquitetura e do Núcleo de Estudos de Artes, Arquitetura, Urbanismo e Design da Universidade Lusíada de Angola (CEIC-AAUD). É curadora do Fórum de Arquitetura de Angola desde 2006 e consultora e especialista em Patrimônio Arquitetônico. Ocasionalmente escreve e publica livros de contos e poesia. Atualmente é secretária de Estado para o Ordenamento do Território em Luanda (desde 2017).


FABIO MACEDO VELAME (Moderação)

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Arquitetura da UFBA (2003), mestrado em Arquitetura e Urbanismo pelo PPGAU-UFBA, na linha de Teoria e Crítica da Arquitetura e Urbanismo, área de concentração em Urbanismo (2007), e doutorado em Arquitetura e Urbanismo pelo PPGAU-UFBA, na linha de Restauração, Conservação e Gestão de Bens Patrimoniais, área de concentração em Urbanismo (2012). Atualmente é Professor Adjunto III (D.E.) da FAUFBA, professor do RAU+E Curso de Especialização em Assistência Técnica para Habitação e Direito à Cidade: Residência Técnica em Arquitetura, Urbanismo e Engenharia FAUFBA. Pesquisador permanente do CEAO Centro de Estudos Afro-Orientais UFBA. Professor permanente do PPGAU – Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo – UFBA. Líder do grupo de pesquisa EtniCidades: Grupo de Estudos Étnico-Raciais em Arquitetura e Urbanismo – CNPQ/FAUFBA. Membro do grupo de pesquisa Patrimônio e Identidades: pesquisa multidisciplinar em relações étnico-raciais e estudos africanos do Pós-Afro da FFCH/UFBA. Membro do grupo de pesquisa MALOCA: Grupo de Estudos Multidisciplinares em Urbanismos e Arquiteturas do Sul – CNPQ/UNILA. Coordenador nacional da área de Arquitetura e Urbanismo da ABPN – Associação Brasileira de Pesquisadores Negros. Membro do Colegiado Setorial de Culturas Afro-Brasileiras da SECULT-Secretaria de Cultura do Estado da Bahia para o biênio 2014-2016. Superintendente de Meio Ambiente e Infra-Estrutura da UFBA – SUMAI/UFBA (2013-2018). Têm experiência na área de Arquitetura e Urbanismo com ênfase em Cidades Africanas, Arquiteturas e Urbanismo Africano, Racismo e Cidade, Arquiteturas de Povos e Comunidades Tradicionais, e Arquiteturas de Grupos Étnico-Raciais: Arquiteturas Afro-brasileiras – Habitação Escrava, Remanescentes de Quilombos, Terreiros de Candomblé, Afoxés, Blocos Afro, Maracatus, Congadas, Marujadas; Aldeias Indígenas; Comunidades de Fundos e Fechos de Pasto; Povos Ciganos; Ribeirinhos; Comunidades Extrativistas; Colônias de Pescadores e Marisqueiros; e, Gerazeiros.


JOSÉ EDUARDO FERREIRA SANTOS

Pedagogo (UCSal), mestre em Psicologia (UFBA), doutor em Saúde Pública pela Universidade Federal da Bahia e fez estágio pós–doutoral em Cultura Contemporânea (PACC/UFRJ), no Instituto de Psicologia da UFBA e no Programa de Pós–Graduação em Família na Sociedade Contemporânea da UCSal, pelo Programa Nacional de Pós–Doutorado (PNPD/CAPES). Atualmente é pesquisador, curador e responsável pelo Acervo da Laje, que reúne obras artísticas e históricas do Subúrbio Ferroviário de Salvador.


LUIZ ANTÔNIO DE SOUZA (Moderação)

Bacharel em Arquitetura e Urbanismo pela UFBA; Especialista em Planejamento Físico e Arquitetura Rural, pela Universidade Federal do Ceará; Mestre em Planejamento Urbano e Regional pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Doutor em Arquitetura e Urbanismo pelo Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal da Bahia; atualmente é professor Adjunto II da Universidade do Estado da Bahia – UNEB e professor Colaborador do Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo da PPG-AU/UFBA. Membro do Grupo de Pesquisa Laboratório Urbano: Experiências Metodológicas para Compreensão da Complexidade da Cidade Contemporânea PPG-AU/UFBA. Possui experiência na área de Arquitetura, Urbanismo, com ênfase em urbanismo, urbanismo de litoral, planejamento urbano e regional, desenho urbano, cidade de Salvador e cultura negra.


MARGARETH DA SILVA PEREIRA (Moderação)

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela FAU-UFRJ(1978), graduação em Urbanismo pela Université de Paris VIII (1979), DEA em Etudes Urbaines (1984) e Doutorado (1988) pela Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales (1984). Realizou seu pós-doutorado na França (no Institut d’Urbanisme de Paris e na Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales) e na Inglaterra (no Centre for Urban History da University of Leicester) em 2004 e estágio sênior em 2012 na ENGREF – França. Foi professora convidada do Instituto de Artes da UFRGS (1990), do Institut Français d’Urbanisme (2002), do Institut d’Urbanisme de Paris (2003), da FAU-PUCAMP, da Universidad Nacional de Colombia (2003) , da Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales (2003 e 2018) e vem realizando conferencias em diversas instituições de ensino superior no Brasil e no exterior. Foi coordenadora do Curso de Especialização em Historia da Arte e da arquitetura no Brasil da PUCRIO, vice-decana do Centro de Letras e Artes da UFRJ e é professora titular da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo onde atua no Programa de Pós-graduação em Urbanismo – PROURB desde 1999 e do qual foi coordenadora entre 2013 e 2016. É autora de livros, capítulos de livros, artigos e exposições nas área dos estudos culturais, principalmente nos campos da arte, da arquitetura, do urbanismo e do paisagismo, tendo como foco, sobretudo, o Rio de Janeiro. Vem se dedicando também a análise dos discursos historiográficos sobre o campo cultural brasileiro nestas áreas.


REDY WILSON

Formado em Sociologia (ULHT e FCSH-UNL, Portugal) e doutorando em Estudos Urbanos (FCSH-UNL e ISCTE-IUL, Portugal). É investigador não doutorado do CICS.NOVA.FCSH (Portugal), investigador colaborador do CEsA/CSG/ISEG-ULisboa (Portugal), co-fundador do coletivo Nhanha Bongolon (Cabo Verde), membro do CODESRIA (Dakar) e da Associação Portuguesa de Antropologia – APA (Portugal) e professor assistente convidado no Instituto Superior de Ciências Jurídicas e Sociais (Cabo Verde). Desenvolve pesquisas etnográficas no contexto cabo-verdiano nas áreas da sociologia urbana, sociologia da violência, sociologia do crime, sociologia da juventude e movimentos sociais.


SILVIA ARANGO DE JARAMILLO

Professora de Mestrado e Doutorado da Faculdade de Arquitetura da Universidad Nacional de Colombia, em Bogotá. Estudou arquitetura na Universidad de los Andes (Bogotá, Colômbia), desenho urbano no Oxford Polytechnic (Inglaterra) e planejamento urbano na Université de Paris XII (França). É pesquisadora da história da arquitetura latino-americana. Foi agraciada com o Prêmio Nacional de Arquitetura, XIII Bienal da Sociedade Colombiana de Arquitetos, 1992. Autora de “Cidade e Arquitetura. Seis gerações que construíram a América Latina moderna” (2013).


WLAMYRA RIBEIRO DE ALBUQUERQUE

Mestre em História pela Universidade Federal da Bahia (1997), doutora em História Social da Cultura pela Universidade Estadual de Campinas (2004) e realizou pós-doutorado, na modalidade Estágio Sênior, no Latin American Studies/Harvard University (2015), com bolsa CAPES. Professora da área de História do Brasil do Departamento de História da Universidade Federal da Bahia. Coordenou entre 2016-2018 o Programa de Pós-Graduação em História (UFBA). Orienta pesquisas sobre emancipação, abolição, racialização e pós-abolição no Brasil. Autora de “O jogo da Dissimulação – abolição e cidadania no Brasil”, dentre outros. Em 2010, o seu livro em co-autoria com Walter Fraga Filho, “Uma história da cultura afro-brasileira”, recebeu o Prêmio Jabuti, na categoria didático e paradidático. Em 2013, o livro “O que há de África em nós”, também em co-autoria com Walter Fraga, foi finalista da categoria paradidático do prêmio Jabuti. Co-editora da Revista AfroÁsia entre 2013 e 2018. É membro da Academia Baiana de Ciências e pesquisadora Produtividade CNPq.