SUBMISSÕES PRORROGADAS


“O que passa a ser a praça no pós-pandemia? E os locais de uso público, coletivo? A rua? O uso do automóvel? Eu acho que valeria a pena, nesse momento, uma vez que fomos todos pegos e atropelados pela pandemia (levando a postergar o próprio evento, que vai se realizar só o ano que vem), poder estar incorporando essa situação, em algum momento. Fica a sugestão.” Com estas palavras o professor Carlos Roberto Monteiro de Andrade (o Mancha) finalizou a entrevista para a pesquisa História Intelectual do SHCU, quando questionado sobre as possíveis atualizações críticas que deveriam ser abordadas no Seminário comemorativo dos 30 anos do primeiro SHU (Seminário de História Urbana), de 1990.

Levando em consideração o contexto pandêmico com os sucessivos adiamentos da data limite das submissões de Mesas e Sessões Temáticas e, estando o evento adiado para 15 a 18 de junho de 2021, aproveitamos para transferir, de modo definitivo, o prazo para recepção dos trabalhos para o dia 18 de setembro de 2020.

Oportunamente, pretendemos incluir a temática das pandemias nas nossas cidades, sob um ponto de vista histórico, “[…] uma questão que vai impactar enormemente as cidades, a sua construção, os seus espaços públicos”, como nos alerta o professor Carlos Mancha. Com isto, destacamos, não estamos criando um novo EIXO TEMÁTICO para o 16º SHCU, mas pretendemos promover este debate tão urgente, a partir do próprio formato já pensado para o evento de 2021, ou mesmo criando outros espaços de discussão, a depender dos trabalhos recebidos. Convocamos todos os participantes a se empenharem neste desafio, que também nos foi colocado, a pensarmos juntos sobre o passado e o futuro das nossas cidades, a partir do nosso presente.


Novo prazo de submissões: 18 de setembro de 2020
Divulgação dos aprovados: 26 de novembro de 2020



* Na imagem, o jornalista Júlio Silva, desfilando solitário em um dos muitos anos do lendário “Bloco do Eu Sozinho”, que surgiu num dos maiores carnavais da história do Rio de Janeiro, um ano após o surto de gripe espanhola, de 1918.



A série de vídeos “30 Anos do SHCU – Atualização Crítica” apresenta relatos daqueles que fizeram parte diretamente do I Seminário de História Urbana, que aconteceu em Salvador em 1990. A série resulta dos esforços em torno da pesquisa “História Intelectual do SHCU”. Neste vídeo, um trecho da entrevista realizada em 08 de julho de 2020, com Carlos Roberto Monteiro de Andrade (IAU-USP São Carlos), professor do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Escola de Engenharia de São Carlos da USP em 1990 e conferencista no I SHU.


Apresentação

Entre 15 e 18 de junho de 2021, trinta anos após o 1º Seminário de História Urbana, o Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Arquitetura da UFBA receberá pela quarta vez (1990, 1993 e 2002) o Seminário de História da Cidade e do Urbanismo. Passadas três décadas, nos perguntamos: quais seriam as questões teóricas e metodológicas que, com toda a experiência acumulada em pesquisas, interpretações e narrativas históricas das cidades e do urbanismo no país, guiariam uma atualização crítica desse campo de conhecimento? Quais seriam os temas, problemas, teorias, metodologias, sujeitos e redes envolvidas nesse processo de construção intelectual da história do pensamento urbanístico entendido como uma problemática contemporânea em suas diversas abrangências? Como os diferentes campos de pesquisa sobre as cidades, a partir dos limiares entre os campos da Arquitetura, do Urbanismo e da História, têm produzido experiências multi ou transdisciplinares? Quais as dimensões presentes na construção de nosso campo de debates relativas às experiências e culturas urbanas cotidianas, às coletividades, aos saberes tradicionais, aos silenciamentos, às questões étnico-raciais e de gênero?

Bienalmente realizado desde 1990, o SHCU encontra-se a caminho de sua décima sexta edição em 2021, caracterizado por equacionar, divulgar e estimular a construção da historiografia da cidade e do urbanismo no âmbito dos diversos programas de pós-graduação. Mediante trocas disciplinares profícuas por mais de trinta anos, acolhendo contribuições de campos de conhecimentos diversos – Arquitetura e Urbanismo, a História, a Geografia, a Sociologia, a Antropologia etc. – o SHCU é o mais importante fórum de debates, difusão, trocas no campo da história urbana entre pesquisadores, programas de pós-graduação e prática profissional.

Se, há exatos trinta anos, houve um claro florescimento do interesse pela História no campo do Urbanismo – que resultou na proposta do 1º seminário feita por jovens professores e pesquisadores –, como essa aproximação com o campo da História e da Historiografia ainda pode contribuir para a discussão das questões urbanas? Quais seriam hoje as escritas da história urbana, os modos de narração e as práticas historiográficas relacionadas às cidades? Como diferentes fontes documentais vêm sendo ressignificadas entre memórias e arquivos, cartografias e iconografias urbanas? Como fazer e atualizar criticamente a história das cidades e do urbanismo na conturbada conjuntura atual do Brasil?

Eixos temáticos

Eixo Temático 1 – Historiografia e Pensamento Urbanístico

Refletir as questões teórico-metodológicas, os problemas, as teorias, as metodologias, os atores, as redes intelectuais e os regimes de historicidade.

Eixo Temático 2 – História, Urbanismo e outros campos do conhecimento sobre as cidades

Debruçar-se sobre as experiências, multi, inter e transdisciplinares, os saberes tradicionais e a dimensão da experiência urbana cotidiana.

Eixo Temático 3 – Escritas da História Urbana

Vislumbrar as temporalidades, os silenciamentos, os modos de narração e as práticas historiográficas – história oral, comparada, conectada, relatos, testemunhos, cidade letrada, literatura, biografias, montagens etc.

Eixo Temático 4 – Cidades, Memórias e Arquivos

Debruçar-se sobre as fontes, os documentos, as materialidades, os patrimônios, as cartografias, as iconografias e outras fontes, documentos e vestígios.

Submissões

As submissões de propostas serão analisadas pela Comissão Científica do evento com seleção em apenas uma fase.

Instruções para Submissões de Mesas e Sessões Temáticas



Mesas Temáticas (MT’s)

Buscando levantar discussões emergentes e diálogos entre pesquisadores, as Mesas Temáticas podem ser propostas por até dois coordenadores, que devem ser professores ou pesquisadores com doutorado, de diferentes instituições, campos disciplinares, etc. assim com os demais participantes da mesa a ser proposta que podem ter diversas formações (graduação e pós graduação).

Cada professor/pesquisador poderá propor apenas UMA Mesa Temática.

Cada Mesa Temática terá duração de até DUAS horas, o que condiciona a proposta à QUATRO apresentações.

A proposta de Mesa Temática, em português ou espanhol, a ser submetida pelo Coordenador deverá indicar um dos Eixos Temáticos elencados para o XVI SHCU e deverá conter:
1) Título da Mesa Temática;
2) Resumo expandido de até 1500 palavras e 5 palavras chaves que definam o conteúdo temático da proposta de Mesa Temática;
3) Títulos e Resumos expandidos, com no máximo 1000 palavras cada, de até 4 apresentações que irão compor a Mesa Temática.

A avaliação das propostas será realizada às cegas pela Comissão Científica e portanto, os nomes dos coordenadores e proponentes NÃO deverão estar indicados na proposta da Mesa.

Para que a Mesa Temática, quando aprovada, seja incluída na PROGRAMAÇÃO FINAL, TODOS os participantes (organizador/es e palestrantes) terão de se inscrever no evento e pagar a taxa de inscrição.

Template para submissões de Mesas Temáticas

Quaisquer eventuais dúvidas podem ser direcionadas para o e-mail: xvishcu@gmail.com


Sessões Temáticas (ST’s)

As Sessões Temáticas serão formadas pelos proponentes dos artigos COMPLETOS aprovados. Os artigos, em português ou espanhol, poderão ser propostos por até TRÊS autores, podendo ser professores, pesquisadores, estudantes de pós-graduação e de graduação, e serão analisados às cegas pela Comissão Científica do evento.

A Comissão Científica selecionará os trabalhos com base na sua adequação formal, originalidade, relevância e contribuição científica e acadêmica para os debates elencados para o XVI SHCU.

Cada proponente poderá submeter até DOIS artigos completos, contanto que UM deles seja em COAUTORIA com outro pesquisador.

O artigo COMPLETO a ser submetido deverá estar atrelado a um dos Eixos Temáticos do evento tendo até 8.000 palavras, com resumo de até 250 palavras e cinco palavras-chave.

A avaliação é cega, por isso, o envio dos artigos deve seguir o modelo – template para submissão (abaixo). Os arquivos com e sem identificação de autoria deverão ser submetidos conforme definido nas instruções que estão logo no início desta página, não havendo qualquer possibilidade de alteração de autoria posterior à submissão.

Os artigos aprovados serão distribuídos em duas categorias: os selecionados para 1) apresentação oral e publicação no Caderno de Resumos e nos Anais eletrônicos; e 2) para publicação no Caderno de Resumos e nos Anais eletrônicos, apenas.

Em ambos os casos, os interessados terão de realizar sua inscrição e pagamento de taxa dentro do calendário divulgado para ter a sua apresentação incluída na programação final, no Caderno de Resumos e nos Anais eletrônicos. 

A apresentação de artigos nas Sessões Temáticas e a sua inclusão no Caderno de Resumos e nos Anais estão condicionadas à inscrição e ao pagamento das taxas do evento por pelo menos um dos autores. Todos os autores/coautores presentes ao evento terão de realizar inscrição e pagamento de taxa.

Template para submissões de Sessões Temáticas

Quaisquer eventuais dúvidas podem ser direcionadas para o e-mail: xvishcu@gmail.com


Calendário de Submissões

Lançamento das chamadas de trabalho: 20 de dezembro de 2019
Submissão das propostas: até 18 de setembro de 2020
Resultados: 26 de novembro de 2020
Inscrições com desconto: a definir
Inscrições de apresentadores de trabalhos: até 31 de março de 2021
Realização do evento: 15 a 18 de junho de 2021

Comissão Organizadora

Coordenação Honorária

Ana Maria Fernandes (Arquitetura e Urbanismo – PPGAU/UFBA)
Marco Aurélio A. de Filgueiras Gomes (Arquitetura e Urbanismo – PPGAU/UFBA)

Coordenação Executiva

Dilton Lopes de Almeida Júnior (Arquitetura e Urbanismo – PPGAU/UFBA)
Fabio Macedo Velame (Arquitetura e Urbanismo – PPGAU/UFBA)
José Carlos Huapaya Espinoza (Arquitetura e Urbanismo – PPGAU/UFBA)

Comissão Organizadora

Alexandre Pajeú Moura (Arquitetura e Urbanismo – PPGAU/UFBA)
Anna Paula Ferraz (Arquitetura e Urbanismo – PPGAU/UFBA)
Aparecida Netto Teixeira (Arquitetura e Urbanismo – PPTDS/UCSAL)
Cibele Moreira Nobre Bonfim (Arquitetura e Urbanismo – PPGAU/UFBA)
Fellipe Decrescenzo Andrade Amaral (Arquitetura e Urbanismo – PPGAU/UFBA)
Gabriela Leandro Pereira (Arquitetura e Urbanismo – PPGAU/UFBA)
Igor Gonçalves Queiroz (Arquitetura e Urbanismo – PPGAU/UFBA)
Josane dos Santos Oliveira (Arquitetura e Urbanismo – PPGAU/UFBA)
Juliana Cardoso Nery (Arquitetura e Urbanismo – MP-CECRE/UFBA)
Laila Nazem Mourad (Arquitetura e Urbanismo – PPTDS/UCSAL)
Luiz Antonio de Souza (Arquitetura e Urbanismo PPGAU/UFBA | Urbanismo – UNEB)
Paola Berenstein Jacques (Arquitetura e Urbanismo – PPGAU/UFBA)
Ramon Martins da Silva (Arquitetura e Urbanismo – PPGAU/UFBA)
Rodrigo Espinha Baeta (Arquitetura e Urbanismo – PPGAU/UFBA)
Sonia Mendes Reis Nascimento Silva (Arquitetura e Urbanismo – PPGAU/UFBA)

Secretaria

Fellipe Decrescenzo Andrade Amaral (Arquitetura e Urbanismo – PPGAU/UFBA)
Igor Gonçalves Queiroz (Arquitetura e Urbanismo – PPGAU/UFBA)

Comunicação e Design Gráfico

Alyssa Volpini (Arquitetura e Urbanismo – FAUFBA)
Dilton Lopes de Almeida (Arquitetura e Urbanismo – PPGAU/UFBA)
Igor Gonçalves Queiroz (Arquitetura e Urbanismo – PPGAU/UFBA)
Leonardo Vieira de Souza (Arquitetura e Urbanismo – FAUFBA)
Ramon Martins da Silva (Arquitetura e Urbanismo – PPGAU/UFBA)
Sofia de Carvalho Costa e Lima (Arquitetura e Urbanismo – FAUFBA)